HOT!

HARMONIZANDO A ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO COM A EXECUÇÃO DAS PEÇAS

Investimento:

R$1.100,00

Este curso é one-of-its-kind, não há cursos equivalentes no mercado. Nem no Brasil e nem fora dele. Pelo menos, não no que diz respeito à profundidade com que os assuntos IDEAÇÃO e CONCEITUAÇÃO são abordados. Em uma época em que a Inteligência Artificial já é capaz de criar textos e imagens, caberá aos criativos a função de conceituar. Aquele que melhor desempenhar essa tarefa será inevitavelmente mais valorizado no mercado.

O pensamento conceitual é o foco deste curso. E na economia criativa, saber pensar conceitualmente não é apenas um valioso ativo, mas uma enorme e incomparável vantagem competitiva.

1. Definir conceituação: o que é e por que conceituar
Neste curso, os alunos aprenderão a implementar o processo de conceituação pelo prisma do mundo dos negócios, do universo das artes e também pela ótica do “lateral thinking”.

2. Desenvolver o pensamento conceitual
Segundo o americano Daniel Pink, a próxima era da qual faremos parte como sociedade já começou: a Era Conceitual. Trata-se da era em que o “intangível” e o “imaterial” passam a ser a verdadeira referência de valor econômico, e onde simbolismo e significado das ideias atreladas a produtos, serviços e marcas determinam, mais que nunca, a decisão de compra. Nessa nova economia, o pensamento conceitual torna-se imprescindível.

3. Estudar os diferentes tipos de valor
Por falar em valor, neste curso, alunos aprenderão sobre outros dois tipos de valor que vão além do “de uso” e “de troca”: são eles o valor de troca simbólica e o valor de signo.

 

Envie para um amigo: